O meu lado medieval

Nesta vida e perante adversidades é com o meu lado medieval que conto. É nele que vou buscar a minha força e perseverança. Muitas vezes esqueço-me é de sorrir, já reparei. No yoga chamam a atenção para isso… “Toma consciência das partes do corpo em tensão e relaxa. Respira. Relaxa e sorri. Permanece.”

É isso. Ora aí reside uma verdadeira dificuldade… e lição. Um dia olharei para trás e sorrirei destes últimos anos desviantes. Anos em que me perdi e voltei a encontrar tantas e tantas vezes. Tudo tão rápido e intenso (como eu gosto, claro). Sinto-me grata por todas as aprendizagens e oportunidades de evolução, mas algo cansada. Os meus músculos faciais também concordam.

Há momentos assim. Até os guerreiros precisam dos seus momentos de descanso e energização. De mimos. Sim! Também os guerreiros precisam de mimos. Talvez os mimos também tenham sido inventados para os guerreiros, mas quando eles próprios se esquecem disso em prol do combate, será inevitável as outras pessoas também se esquecerem.

Raramente recebemos elogios, muito poucas pessoas nos incentivam, sentimos o peso da conquista, da batalha, do dever, da protecção dos outros, da acção. Torna-se um dado adquirido, intimidamos, afastamos, flirtamos com o mundo e estamos sempre de passagem. Somos seres solitários. Sei no fundo que é assim, porque é dentro de nós que devemos procurar a força que nos faz seguir em frente nas batalhas. São caminhos.

E quando, naqueles momentos de fraqueza, pedimos os mimos, todos se afastam porque não nos reconhecem a armadura. E lá voltamo-nos para dentro e mais que seja, e ressurgimos. E continuamos como se nada fosse, com mais convicção ainda, e mantemos o desejo secreto de entregarmos a nossa vulnerabilidade a alguém (aquela que tão orgulhosa e instintivamente protegemos). Acalentamos o desejo íntimo e secreto que alguém surja, nos pegue pela mão e nos salve do nosso próprio destino, com um abraço protector e que nesse abraço envolvente e bom, nos deixe repousar a cabeça e pensar “posso descansar. aqui é o meu lar.”

E sentimos a Paz, o Amor e a Leveza. E aí… só aí… é que relaxamos e sorrimos. (Entretanto vou praticando…)

foto @ internet (fonte desconhecida)

2 Comments Add yours

  1. E tu mereces tantos mimos, pois és muito especial para mim, mais do que as palavras exprimem! beijos doces e abraço longo….

    1. Faço minhas as tuas palavras, que agradeço com um enorme e especial sorriso para ti, minha irmã.
      Abraço-te ❤

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s