Amor é o caminho

Há duas pessoas muito importantes para mim, neste mundo. Sinto-me abençoada por ser acompanhada por eles desde o primeiro momento da minha existência, aqui. Sempre que preciso deles ao meu lado, eles lá estão. Sempre que precisei que acreditassem em mim e não nos outros, eles assim o fizeram. Sinto-me grata por todas as oportunidades que me proporcionam, pelo meu irmão, pela força e muitos apertões que me vão dando.

Este é o prisma que um dia escolhi para os sentir, o resto não interessa nada, até porque os filhos não vêm com instruções e eles também não, penso que no mínimo, cada um dá o seu melhor e a mais não é obrigado. Se não dá mais é porque não consegue, ou não tem de dar, e isto é compreensível. Não deixa, no entanto, de por vezes ser complicado, muito complicado, por estarmos em esferas de entendimento e consciências muito diferentes.

Apesar de adorar a educação que me deram, os princípios e valores que me transmitiram, movemo-nos de modos muito diferentes e é grande o esforço que temos de fazer para nos alcançarmos. Para nos entendermos.

Sei que não sou a filha convencional que lhes apetecia ter, e eles não sabem que não são os pais de mente aberta e descomplicados que me apetecia ter.

Acredito que noutro plano, antes de encarnarmos, escolhemos as experiências que iremos passar na Terra, no sentido de nos colocarmos perante as situações certas que nos fazem crescer, aprender, superar karmas e evoluir. E aqui, aqui na Terra, podemos escolher. Temos o direito de escolher se passamos ou não pela experiência e a maneira como a passamos. Cá para mim, se é para passar, que se passe logo de uma vez e que seja da melhor e mais tranquila maneira possível, né? É uma questão de perspectiva mental… uhmm.

Eu escolho abrir o meu coração e com amor tentar lidar com as nossas diferenças e tornar o nosso relacionamento mais harmonioso. Eu escolho Não dar por mim a atirar-lhes à cara as minhas verdades. Eu escolho dar espaço, que é aquilo que eu quero ter, mas talvez acabe por não dar. Eu escolho ser compreensiva, mais calma e sensata para poder responder de modo a que ambos os lados possam ficar bem. E o Bem ao qual me refiro é o Bem Maior.

As mudanças não acontecem de um momento para o outro, são um processo e o Amor é o caminho. Não poderá ser de outra maneira. É esse o caminho que quero fazer, com eles. Os meus pais.

Aurora Buzilis

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s