Mandamentos de Henry Miller – Inspiração

Henry Miller. 26 de Dez 1891 – 7 Jun 1980.

Se eu acreditasse no conceito romantizado de alma gémea, este seria sem dúvida (na minha opinião) um dos meus possíveis candidatos a alma gémea. Adoro-o. Não só pela obra que deixou, mas por tudo aquilo que sei dele enquanto pessoa, enquanto humano, enquanto raciocínio, pensamento e sentimento.

Acontece-me isto: apaixonar-me mais pelo escritor e não tanto pelos livros. Ler nas entrelinhas. Ir à fonte. Encantar-me mais pelo conteúdo do artista, do que pelo conteúdo da sua obra. A obra é o artista e o artista é a obra, mas de facto é o lado humano que me interessa. É esse lado que me desperta a curiosidade e o interesse…. a atenção.

Em 1932-33, enquanto trabalhava no romance Trópico de Câncer (publicado pela primeira vez em 1934. proibido nos Estados Unidos até 1961), Miller tomou por sua, uma rotina diária que lhe permitia dar combustível à sua escrita. Dessa rotina, saltaram 11 mandamentos essenciais para a Escrita. Estas acções vieram de uma resolução de ano novo de Miller de ler mais e escrever melhor.

A tradução é minha, imagem original mais abaixo. Para inspiração…

Mandamentos

1 – Trabalhe numa coisa de cada vez até a terminar.

2 – Não comece livros novos, não junte mais material novo a “Primavera Negra”*

3 – Não seja nervoso. Trabalhe calma, alegre e freneticamente naquilo que tiver em mãos.

4 – Trabalhe de acordo com o programa e não de acordo com o humor. Páre na hora prevista.

5 – Quando não conseguir criar, trabalhe.

6 – Cultive um pouco todos os dias, em vez de acrescentar novos fertilizantes.

7 – Permaneça humano! Veja pessoas, vá a sítios, beba se lhe apetecer.

8 – Não seja burro de carga! Trabalhe apenas se tiver prazer.

9 – Largue o programa quando lhe apetecer – mas volte no dia a seguir. Concentre-se. Foque. Exclua.

10 – Esqueça os livros que quer escrever. Pense apenas no livro que está a escrever.

11 – Escreva primeiro e sempre. Pintura, música, amigos, cinema, tudo isto vem depois.

* Primavera Negra, dizem os críticos, é o livro indicado para começar a ler Miller. Primavera Negra (1936) faz parte do mesmo conjunto narrativo de Trópico de Câncer (1934) e Trópico de Capricórnio (1939). Publicado primeira vez em Paris.

Henry Miller about writing
Henry Miller about writing

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aurora Buzilis

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s