Ter o dom ou Ser o dom, eis a questão.

(Shakespeare roi-te de inveja!)

Há alturas em que o desconhecido se apodera de nós e nos tinge a alma de escuridão. Nunca nos devemos esquecer de acreditar na luz… e ela aparecerá para nos guiar.

*sorriso*

Aquele momento em que algo surge à nossa frente para nos lembrar de nunca esquecer. Um livro, uma imagem, as palavras de um amigo, o gesto de um desconhecido, uma música ou neste caso um filme. Obrigada Universo!

E agora fiquei com vontade de rever todos os Matrix…

Aurora Buzilis

Filme The Matrix – 1999 (irmãos Wachowski)

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s