A nudez de espírito

natural

Quanto mais me conheço e quanto mais sei, mais natural me sinto e mais sinto o apelo por aquilo que é natural. Pelos ritmos naturais, pelos tempos naturais, pelas palavras naturais, pelos gestos naturais, pelas partilhas naturais, pelos espaços naturais.

Sinto-me mais próxima da cor natural do meu cabelo, do tom natural da minha pele, das minhas sardas naturais, das minhas curvas naturais, da naturalidade do meu corpo.

É deixar ser como é. Movimentar como se movimenta, naturalmente.

É apreciar a beleza pura e selvagem da genuinidade. A arte do Ser como se É.

Aurora Buzilis

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s