Escrever

Eis-me. Como em ciclos de marés, de movimentos vai-e-vem, ora mansos, ora violentos, ora aparentemente inertes, eis-me. Enredada nesta força de atracção entre mim e o Arquétipo de mim… Já não escrevia aqui há alguns meses, mas quis fazê-lo. Pensei nisso. Muitas vezes palavras desfilavam diante da minha mente, vindas não sei de onde e logo pensava em ligar o computador para escrever, mas nunca fui a tempo. Eventualmente fui escrevinhando na minha agenda diária, a minha fiel companheira de papel, acabando por ser ela a recolher a maior parte das ideias e pensamentos que iam surgindo. Mas sou fiel a este espaço, porque me dá imenso prazer escrever aqui. Porque me dá imenso prazer estar aqui contigo que me lês.

A ESCRITA, essa, considero-a um exercício genuíno, que potencia o crescimento do Ser. Um crescimento que, neste caso, se dá através da integração interior de pequenos actos e ideias, de uma limpeza profunda da alma, do estimular da criatividade e compreensão desta energia universalmente transversal, que nos dá forma e anima. Que acima de tudo, nos liga a tudo o que existe. A escrita potencia isso e mais.

É curioso… dentro de mim há sempre uma fome que não consigo saciar. Em reflexão apercebo-me que se faz acompanhar por uma sensação de eminência, como se algo estivesse próximo mas que nunca se faz revelar. Não sei dizer. É estranho. Mas escrever alivia-me.

Não gosto de estar muito tempo sem este exercício (o da escrita) sabe-me sempre a um desviar…

Aurora

mmmm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s