Existe apenas aquilo que sinto

Existe apenas aquilo que sinto.

O real escapa pelos estilhaços de pensamentos e constatações frias, superficiais

não lhe dou importância alguma. Ou pelo menos tento.

O real não é real, senão naquilo que me é percepcionado por todos os poros da minha pele

pelo invisível que capto através do ar que inspiro

e sinto.

O real não é real senão ilusão. Mais ilusão.

O que existe sim, é aquilo em que escolho viajar. É o sítio onde prefiro ficar.

Que percepciono através de todos os poros da minha pele.

Fecho os olhos e permito-me despir de todas as ideias contrárias àquilo que sinto…

apenas inspiro.

E crio o mundo que me apetece, que me estimula, que me obedece.

E se não me obedece, procuro expirar…. expirar. até me esvaziar de qualquer desejo,

e abrir espaço para que o improvável aconteça.

Porque ele acontece. E quando ele acontece, aceito-o.

Aceito-o na minha pele, recebo-o nos meus poros.

Sinto-o e viajo até ele, preparando-me para descobrir

que cresci mais um pouco.

Aurora

sinto

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s