Nocturna

Gosto de espreitar pela janela, a calmaria da noite.

E essa luz metafísica dos candeeiros de rua,

que se espalha pela escuridão do quarto onde estou

sob o olhar atento e curioso da Lua.

 

Inspirada, projecto um portal para outros mundos

e da sombra elevo-me para longe…

 

E a luz acalma-me. E a noite acalma-me.

Profunda chama, fértil e serena

E a ressoar plena em meu peito

essa solene vibração amena.

 

Gosto da ideia de poder vadiar para fora

das malhas do espaço e do tempo.

 

Mescla de saudade pulsante, subtil, que se gera

ou expectativa latente, latente…

Um futuro em espécie de previsão,

pairando de acontecer a qualquer momento.

 

Ou um passado revisitado, ou então…

apenas sentimento! Gosto de sonhar sem medo.

E torno-me paciente.

Que a Lua não me deixa perder!

 

Sou daquelas que acreditam no Sonho.

No mistério que se movimenta pela calada…

Na grandeza do desconhecido.

Na beleza de uma experiência sagrada.

 

Sem pressa de chegar lá, apenas Viver.

Eu sou como a noite. A Lua sabe.

Aurora

iou.jpg

One Comment Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s