Era uma vez…

De repente fiquei com vontade de ser pequena outra vez e fazer tudo aquilo que devia ter feito na altura e não fiz. *as crianças deviam de vir com instruções* Aurora

Dias de Querer

Há dias assim… daqueles em que penso demasiado, em que observo demasiado, em que oiço demasiado. Dias em que me sinto em pé de guerra com o mundo e ao mesmo tempo cheia de amor por ele… tanto amor que me apetece deixá-lo porque sinto que já não lhe encaixo e devo seguir caminho. Para longe do cheiro a…

A linguagem do invisível

Tenho andado com a sensação acesa de que não me reconheço. É arrebatador sentir a mudança enorme que operei em mim e seus resultados, nas várias situações que se colocam à minha frente, surpreendo-me com o modo com que lido com essas situações. Ainda me surpreendo, mesmo não sendo a primeira vez que me acontece…

ups!… fi-lo outra vez!

Ando constantemente a descobrir o mesmo. Pois que cada vez é mais evidente para mim, que não posso perder tempo em seguir as dicas da minha intuição. Que se deixo escapar a oportunidade, qualquer atitude ou acção que eu possa vir a tomar depois, é meramente um “remediar”. Jamais poderá ser tão genuína, ou tão…

| STOP |

Oiço as pessoas a passarem lá fora, a falarem umas com as outras. Não as vejo. Apenas oiço. A rapidez com que falam, o tom seco que dão às palavras que expelem para cima do outro. A agressividade. A distância. O meu coração pára. Aurora Buzilis                  …

E se a tempestade terminar?

Aos encontros e desencontros súbitos e vagos, ao desfasamento de timings, às perdas de contacto com a realidade, aos escapes e aos desejos. À incompreensão e à ausência. À chuva e às nuvens. Aos olhares sonoros e às vozes mudas. À intensidade… Às encruzilhadas. Ao caminho e aos pés descalços. Ao vazio e ao salto. Aurora…

quando a alma fala

No espaço de uma semana, duas fotografias que ilustram quase perfeitamente 2 dos meus “sonhos” mais intensos, cruzaram-se comigo, tocando-me. Uma delas talvez a receba como presente de aniversário, foi tirada por um amigo, e tem a ver com linhas de comboio, a outra é a de uma mulher a correr numa floresta e descobria-a…

por favor, tirem-me este gajo da frente!…

mike, mike , mike. nunca me deixas no mesmo estado no qual me encontras. e já lá vão tantos anos, desde a primeira vez.   “Come here, my love  I’ll tell you a secret  Come closer, now  I want you to believe it….” Ardes Atrás desse olhar Tudo em ti é implosão Clandestinidade Impunidade Trocas…

Será impressão minha?….

Esta tendência ou capricho que o ser humano tem de desejar aquilo com o qual não sabe lidar. Aurora Buzilis