||| Lassitude |||

compreendo as fronteiras da minha carne. da minha pele. porque sinto esses limites de forma tão viva, que desfaleço em cada contorno, em cada poro de espaço finito. observo. toco. sinto. choro. rio. páro. sei lê-las. dou-me a elas de forma tão intensa como a vontade que me faz desejar desprender… e mesmo assim continuar…

toma conhecimento

sabe que… a semente que plantares dentro de mim, será a colheita que farás a seguir. Porque os limites são aqueles que tu próprio ditas a ti mesmo. Eu serei apenas o reflexo da realidade que crias. Queres o melhor de mim? dá-me o teu melhor. Não queres o melhor de mim? não me dês…

Cerne da questão

Tudo na vida é uma questão de Atitude e Entrega. E não há nada mais estimulante e erótico do que sentir a expressão dessa máxima, dentro e fora de mim. Permitir. Sentir. Pois que a energia gerada por essa máxima, não é mais do que a expressão do fluir da Vida, ela própria. E penso……

o sexo de Osho

Ora bem… O facto é que esta citação de Osho captou a minha atenção. Uma sintonia, claramente. Mas vai daí, aqui a rebelde fez uma PEQUENA alteração: Onde se lia “o homem iluminado” (the awakened man –  inglês) eu coloquei “a pessoa iluminada“. Aqui vai: “As pessoas têm muito medo daqueles que se conhecem a si mesmos. Estes…

A mor te

amor te…. a morte…… amor….. morte Amor e morte andam de mãos dadas e a caminhada começa logo na raiz da palavra. Um dia vou conseguir morrer totalmente para amar livremente. A minha vida depende disso. Aurora Buzilis

De patas e mãos dadas: a Sintonia

Sigo no Facebook a página de Elizabeth Gilbert, a autora do livro Comer, Rezar, Amar, que deu forma ao filme com o mesmo nome. Não estando com muita atenção à dita página em particular, hoje deu-me para a espreitar. O facto é que tem sempre coisinhas interessantes e de algum modo aprecio a diversidade de…

Eu sou. Tu és. Nós somos.

“We are all wanderers on this earth. Our hearts are full of wonder, and our souls are deep with dreams.” Libertamo-nos dos verbos estáticos, das crenças que nos são impostas desde que nascemos, das expectativas dos outros, do atropelo mental. Paramos para respirar profundamente e apreciar o que temos ao nosso redor. Sentimos a gratidão….

quando a alma fala

No espaço de uma semana, duas fotografias que ilustram quase perfeitamente 2 dos meus “sonhos” mais intensos, cruzaram-se comigo, tocando-me. Uma delas talvez a receba como presente de aniversário, foi tirada por um amigo, e tem a ver com linhas de comboio, a outra é a de uma mulher a correr numa floresta e descobria-a…

Será impressão minha?….

Esta tendência ou capricho que o ser humano tem de desejar aquilo com o qual não sabe lidar. Aurora Buzilis

Fora de mim

Algumas vezes escrevo aquilo que estou a precisar de ouvir. Como se a visualização das palavras, fora de mim, me trouxesse um novo entendimento, conforto ou entusiasmo. ex.: * o reflexo no espelho que viste no sonho já não é real * Dez. 2012 Aurora Buzilis