O verbo…

Amar sem condições Amar aceitando Amar perdoando Amar fluindo com o rio da vida, que me troca as voltas, me surpreende, me faz questionar… me desarma. Amar a minha vulnerabilidade, o incerto. Amar pelo bom de amar tudo o que não é bom. E tudo o que é bom demais. Renascer vezes sem conta Amar…

Foco

– O que é isso no teu olhar, que me fere? – Esperança. Aurora

Shhh

Só começaremos a ouvir verdadeiramente, quando nos… calarmos! Só começaremos a viver verdadeiramente, quando nos… ligarmos! ao que realmente é importante. ao que realmente nos nutre.   Onde é que está afinal a ilusão? Aurora ********* vídeo Savages – Shut Up  ♫ ♩ ♫

Para 2016…

Para 2016… abro-me à alegria de viver, cada momento como se fosse único, uma dádiva, e honro a minha essência em cada passo que dou no meu caminho. faço o meu caminho. rio rio sorrio Nunca me entrego ao banal, superficial, comodismos. por favor! movimento-me. amo, seduzo, estimulo, vibro. tudo em mim Vive. curo-me. sinto compaixão, não julgo….

Nocturna

Gosto de espreitar pela janela, a calmaria da noite. E essa luz metafísica dos candeeiros de rua, que se espalha pela escuridão do quarto onde estou sob o olhar atento e curioso da Lua.   Inspirada, projecto um portal para outros mundos e da sombra elevo-me para longe…   E a luz acalma-me. E a noite acalma-me. Profunda chama, fértil e…

sem tempo

Saudades de algo ancestral em mim… Um espaço sem tempo que recordo uma sintonia que em vidas trago O meu corpo fala dessa memória e ao meu coração entrego a vontade de me voltar a unir de sentir esse reconhecimento sensação de chegar a Casa. Cada vez mais perto. O sangue é forte… Sou todas aquelas que…

Ser doce

Quero cheirar a algodão doce. Ser assim, leve, breve e intensa Deixar uma brisa açúcarada por onde passe e nos lábios uma vontade imensa… de sorrir. De abrir o coração. Quero cheirar a algodão doce. Aurora

A promessa feita

Todos nós temos um lugar neste mundo que nos pertence e nós pertencemos a ele. Onde voltamos a encontrar aquela sensação de reconhecimento e plenitude, perdida deste lado do véu, tão profunda e doce como se fosse parte de nós porque é mesmo uma parte de nós. A ligação a este lugar é subtil, mas mais forte e poderosa…

A nudez de espírito

Quanto mais me conheço e quanto mais sei, mais natural me sinto e mais sinto o apelo por aquilo que é natural. Pelos ritmos naturais, pelos tempos naturais, pelas palavras naturais, pelos gestos naturais, pelas partilhas naturais, pelos espaços naturais. Sinto-me mais próxima da cor natural do meu cabelo, do tom natural da minha pele, das minhas sardas…

A Palavra Silêncio

Há uma particular serenidade nos reflexos da vida que conheço. É no silêncio que ela se encontra. Calo a agitação do dia-a-dia, as urgências mentais, as respostas, as perguntas, saio de mim e sinto o alívio do silêncio. Descubro coisas que de outro modo nunca descobriria. Cada vez mais me atrai, o silêncio. Um dia,…