Om Viagem Espiritual

Se algum tempo atrás tinha partilhado a minha Vontade, hoje partilho a alegria da experiência e os seus 5 Niyamas. —————————————– Passar 6 dias a vivenciar nada mais que boas sensações, descobertas, arrebatamentos, partilhas, boa disposição, bons pensamentos, boas energias – sintonias perfeitas. Não olhar para trás, nem para a frente, apenas o espaço e tempo presente….

Felicidade de domingo é…

…o cheiro doce de magnólias em flor a envolver o ambiente de uma boa conversa, os pés descalços na erva, o meu gato na pachorrice ao sol e um chá frio de hortelã-pimenta. *suspiro* Aurora Buzilis  

Sou longe

Sou longe. Mas isso não faz com que eu não sinta a proximidade. Não sei porquê, mas é assim. Ser perto nem sempre significa que se sente. Estar próximo nem sempre significa Ser. Às vezes perco a noção do que é Ser com os outros, mas sinto-os na mesma. Posso dizer que os sinto muito…

Requiem por um silêncio em mim

E acabámos por ter o nosso silêncio. Só nosso. Não é propriamente o silêncio que a um momento pensámos ter, mas é nosso. Tenho saudades tuas, talvez porque não tenha motivos para não ter. Gostava de ter motivos para não ter. Será que se tivesse ia sentir a mesma coisa? Diferente talvez, mas a mesma…

Converseta

– E se te dissesse que tudo aquilo que evitas ou receias é a estrada para a tua libertação? E quando te abres à experiência: em segundos, cresces uma vida inteira. Cresces em partes iguais no todo que és tu. Cresces harmoniosamente. O caminho em frente é imprevisível e desconhecido. Já é, neste preciso momento. Não é…

Beleza

A Beleza revela-se muitas vezes improvável e inquietante, no entanto a sua força é incontestavelmente a de um bálsamo para a alma, que se alimenta a impulsos de inspiração. Aurora Buzilis

Permissão

Morres, em mim de vez. E permito-me viver.   Aurora Buzilis foto @ Jan Saudek

A integração do Eu

♪ ♫   I count my stars   ♪ ♫ A integração do Eu. Eu sou várias e várias sou eu. Porque é que tantas vezes me sinto à beira do choro e nada sai? Sinto-me confortável nos mais variados elementos e ambientes e em todos eles tenho perfeita consciência de mim. O tempo não passa, o que…

Oh! Saudades

Os dias e as noites arrastam-se invernais e eu grito por Primavera! A chuva cai e o vento sopra, o mundo é inércia húmida e deslavada, que se deixa escorregar pelos fios do cabelo que voa como um morcego cego na luz. Esta escuridão farta-me! Anseio pelo movimento, pela fertilidade, pela magia radiante do despertar…

Estranha Ser

Toda eu sou uma na múltipla forma de ser. Toda eu sou uma na estranha forma de querer. Pela espinha me sobe o sustento, na pele me transpira a memória. Quebram-se barreiras de vento soltam-se facetas de história. Quem entender venha tocar o mistério em sangue e carne guardado. Quem souber venha abrir o mundo…