Perfeitos desconhecidos

Caminham ambos, vindos de direcções opostas, indo na direcção um do outro. Perfeitos desconhecidos. Guiados pela mesma vontade inexplicável de atravessar a ponte para o lado de lá, caminham. Numa solidão introspectiva e desejada, por aí vão de cabeça baixa, imbuídos nos seus pensamentos de insatisfação e rebeldia. Algo drástico deveria acontecer nas suas vidas…

Morde-me

Porque a Vida não é só mimos e carícias, às vezes é preciso algo mais forte, mais marcante, para nos estimular e lançar rumo ao Sonho. Rumo ao nosso verdadeiro caminho. Doa como doer. Aurora Buzilis

Saudades de um céu cheio

Ontem à noite fui-me pôr à janela a ver se conseguia topar uma estrela cadente. Diz_que havia chuva… Olhei para o céu e não vi sequer uma estrela daquelas que não saem do seu sítio. Mas também não parecia haver nuvens para as encobrir… aparentemente. Tenho saudades de ver um céu estrelado, pensei. Não destes…

música, energia & sensualidade…

…são os condimentos perfeitos para a Vida. Esta será a Inspiração do dia. Um vídeo partilhado por uma amiga e colega de aulas de dança, que não resisto a partilhar também aqui, neste espaço de viagens sensoriais… A dança sempre fez parte dos meus prazeres terapêuticos e completos. Prazeres (ponto). Sem rótulos, sem limites, sem…

pintura a óleo… E se?

E se a vida fosse uma sucessão coerente de sons e silêncios, como uma melodia? Parece-me tão incoerente… E se a vida fosse um conjunto de versos e estrofes de identidade transcendente e sensível, como um poema? Parece-me tão insensível… E se a vida fosse um desenrolar de acções, de aventuras e acontecimentos, concebidos para…

por favor, tirem-me este gajo da frente!…

mike, mike , mike. nunca me deixas no mesmo estado no qual me encontras. e já lá vão tantos anos, desde a primeira vez.   “Come here, my love  I’ll tell you a secret  Come closer, now  I want you to believe it….” Ardes Atrás desse olhar Tudo em ti é implosão Clandestinidade Impunidade Trocas…

Mandamentos de Henry Miller – Inspiração

Henry Miller. 26 de Dez 1891 – 7 Jun 1980. Se eu acreditasse no conceito romantizado de alma gémea, este seria sem dúvida (na minha opinião) um dos meus possíveis candidatos a alma gémea. Adoro-o. Não só pela obra que deixou, mas por tudo aquilo que sei dele enquanto pessoa, enquanto humano, enquanto raciocínio, pensamento…

Inspiração

* defy me . try me . feed me . love me*                         Imagem da inspiradora  Jone Reed   “A fotografia é a expressão artística da liberdade.” J.Reed Aurora Buzilis

Bukowski

Bukowski…. Bukowski é agridoce. É morno. É quente. Bukowski é chungo. Bukowski é excitante. É vulgar, cru e intenso. Bukowski é um tiro no escuro, um jogo de roleta russa. Um psicopata consciente. Bukowski é um copo de vinho tinto com marca de batom. Um cigarro mal apagado que espalha o seu aroma pelo quarto. Bukowski mexe….

Bruma

Bruma. É assim que se chama. Tem tons de cinzento, preto e umas adoráveis nuances azuis, que a distinguem das suas amigas de espécie. Adora colocar-se nos sítios mais altos para poder observar tudo melhor. Cedo apercebeu-se que nessa distância vê com maior clareza e isso ajuda-a a saber para onde se movimentar, como agir a…