Shhh

Só começaremos a ouvir verdadeiramente, quando nos… calarmos! Só começaremos a viver verdadeiramente, quando nos… ligarmos! ao que realmente é importante. ao que realmente nos nutre.   Onde é que está afinal a ilusão? Aurora ********* vídeo Savages – Shut Up  ♫ ♩ ♫

A Palavra Silêncio

Há uma particular serenidade nos reflexos da vida que conheço. É no silêncio que ela se encontra. Calo a agitação do dia-a-dia, as urgências mentais, as respostas, as perguntas, saio de mim e sinto o alívio do silêncio. Descubro coisas que de outro modo nunca descobriria. Cada vez mais me atrai, o silêncio. Um dia,…

pintura a óleo… E se?

E se a vida fosse uma sucessão coerente de sons e silêncios, como uma melodia? Parece-me tão incoerente… E se a vida fosse um conjunto de versos e estrofes de identidade transcendente e sensível, como um poema? Parece-me tão insensível… E se a vida fosse um desenrolar de acções, de aventuras e acontecimentos, concebidos para…

Frenesim

Deito-me numa cama de palavras soltas, que vagueiam perdidas em busca de pontuação. A noite traz as estrelas que iluminam o caminho e eu fico quieta, à espreita, envolvida por essa confusão; Lentamente, desenho com a ponta do dedo interrogações ardentes e exclamações de fé… E  pelos ares elas voam, rodopiando em mim. A noite…

Bukowski

Bukowski…. Bukowski é agridoce. É morno. É quente. Bukowski é chungo. Bukowski é excitante. É vulgar, cru e intenso. Bukowski é um tiro no escuro, um jogo de roleta russa. Um psicopata consciente. Bukowski é um copo de vinho tinto com marca de batom. Um cigarro mal apagado que espalha o seu aroma pelo quarto. Bukowski mexe….

Requiem por um silêncio em mim

E acabámos por ter o nosso silêncio. Só nosso. Não é propriamente o silêncio que a um momento pensámos ter, mas é nosso. Tenho saudades tuas, talvez porque não tenha motivos para não ter. Gostava de ter motivos para não ter. Será que se tivesse ia sentir a mesma coisa? Diferente talvez, mas a mesma…

A integração do Eu

♪ ♫   I count my stars   ♪ ♫ A integração do Eu. Eu sou várias e várias sou eu. Porque é que tantas vezes me sinto à beira do choro e nada sai? Sinto-me confortável nos mais variados elementos e ambientes e em todos eles tenho perfeita consciência de mim. O tempo não passa, o que…

Esparrela sacana

Na vida percorremos o nosso caminho, avançamos muitas vezes a medo, outras vezes mais convictos. Encontramos obstáculos, às vezes desviamo-nos, lutamos traumas e apegos, crescemos (há quem não aprecie muito esta parte). O esforço que cada um faz, cabe-lhe a si e a mais ninguém. Bem como as decisões que são feitas e as atitudes…

Estranha Ser

Toda eu sou uma na múltipla forma de ser. Toda eu sou uma na estranha forma de querer. Pela espinha me sobe o sustento, na pele me transpira a memória. Quebram-se barreiras de vento soltam-se facetas de história. Quem entender venha tocar o mistério em sangue e carne guardado. Quem souber venha abrir o mundo…

Vício

Oiço o som deles, seco, bruto e mortal a caírem no chão, noite após noite, ao abrigo dessa inquietação. Não sou eu que os atiro É a outra… Nem tão pouco tiro prazer disso, mas a outra… Observo, escuto e tento passar impune. Sem qualquer pudor ela, por outro lado, deseja-os, sente-os, absorve-os para depois…