Pesquisar

arquétipo de mim

Manifestações de uma alma com muitas vontades

Categoria

Lirismos

Nocturna

Gosto de espreitar pela janela, a calmaria da noite.

E essa luz metafísica dos candeeiros de rua,

que se espalha pela escuridão do quarto onde estou

sob o olhar atento e curioso da Lua.

 

Inspirada, projecto um portal para outros mundos

e da sombra elevo-me para longe…

 

E a luz acalma-me. E a noite acalma-me.

Profunda chama, fértil e serena

E a ressoar plena em meu peito

essa solene vibração amena.

 

Gosto da ideia de poder vadiar para fora

das malhas do espaço e do tempo.

 

Mescla de saudade pulsante, subtil, que se gera

ou expectativa latente, latente…

Um futuro em espécie de previsão,

pairando de acontecer a qualquer momento.

 

Ou um passado revisitado, ou então…

apenas sentimento! Gosto de sonhar sem medo.

E torno-me paciente.

Que a Lua não me deixa perder!

 

Sou daquelas que acreditam no Sonho.

No mistério que se movimenta pela calada…

Na grandeza do desconhecido.

Na beleza de uma experiência sagrada.

 

Sem pressa de chegar lá, apenas Viver.

Eu sou como a noite. A Lua sabe.

Aurora

iou.jpg

ígnea

Deixa o teu melhor sorriso na minha pele nua e fria.

O calor que liberta ainda há-de manter-me viva por mais um dia,

o tempo suficiente para que te possa dizer um segredo.

*

Sussurro…

– Tenho fogo a arder-me nas veias

e asas prontas para voar.

*

Beijo-te as mãos e sorrio sem mexer os lábios.

Preparo-me para partir.

Aurora

iu

Revelação

Pudesse abrir o meu peito em dois

e depressa, de lá, sairiam vendavais.

Chuvas de estrelas cadentes,

cometas e galáxias ancestrais.

Poesia em forma de nuvens,

nuvens em forma de corações

pássaros de olhar atento,

rugidos de fogosos leões.

Cães e gatos de pêlo fofinho,

fadas e gnomos de jeito mansinho.

Arco-íris e potes de ouro

surpresas e magia.

Explosão de tonalidades e luzes.

Tonalidades de mim, do meu sangue,

da minha alma.

E tantas linguagens desconhecidas…

Sonhos, desejos e cicatrizes.

Memórias passadas e felizes

sortes e azares em tantas vidas despidas…

O tempo que sinto a passar.

Suspiros, sussurros e palavras ditas devagarinho.

Fôlegos perdidos e horizontes por desbravar.

 

Esvazio-me…

e a minha natureza revela-se.

Aurora

peito

sem tempo

Saudades de algo ancestral em mim…

Um espaço sem tempo que recordo

uma sintonia que em vidas trago

O meu corpo fala dessa memória

e ao meu coração entrego

a vontade de me voltar a unir

de sentir esse reconhecimento

sensação de chegar a Casa.

Cada vez mais perto.

O sangue é forte…

Sou todas aquelas que um dia se uniram a mim de mãos dadas e que à volta do fogo da Vida dançámos à criação de novos caminhos e promessas de um dia voltarmos ao seio daquela que nos viu nascer e alimentou o nosso espírito. Juntas. De dançarmos uma vez mais em perfeita sintonia

pela Paz e Harmonia.

Aurora

gbf

 

Existe apenas aquilo que sinto

Existe apenas aquilo que sinto.

O real escapa pelos estilhaços de pensamentos e constatações frias, superficiais

não lhe dou importância alguma. Ou pelo menos tento.

O real não é real, senão naquilo que me é percepcionado por todos os poros da minha pele

pelo invisível que capto através do ar que inspiro

e sinto.

O real não é real senão ilusão. Mais ilusão.

O que existe sim, é aquilo em que escolho viajar. É o sítio onde prefiro ficar.

Que percepciono através de todos os poros da minha pele.

Fecho os olhos e permito-me despir de todas as ideias contrárias àquilo que sinto…

apenas inspiro.

E crio o mundo que me apetece, que me estimula, que me obedece.

E se não me obedece, procuro expirar…. expirar. até me esvaziar de qualquer desejo,

e abrir espaço para que o improvável aconteça.

Porque ele acontece. E quando ele acontece, aceito-o.

Aceito-o na minha pele, recebo-o nos meus poros.

Sinto-o e viajo até ele, preparando-me para descobrir

que cresci mais um pouco.

Aurora

sinto

um único todo

Empurra-me para a terra.

Sinto as ervas a crescer da minha pele

milímetro a milímetro, à medida que vão rasgando,

abrindo caminho para um verde tão profundo,

tão vasto. Terei eu espaço para tanto campo,

tantas árvores e fleumas?

Pelos caminhos que faço...
Pelos caminhos que faço… Hoje foi assim.

A água passa-me ao lado, murmurando numa recordação…

Quero fluir como ela. Não parar por nada e Ser uma constante

de tranquilidade e caminho aberto. De força e ciclos naturais,

onde tudo se move, tudo pulsa, tudo vive

num único Todo.

Aurora

Surreal

O que é que fazes com o tempo?

O tempo estica e encolhe, remexe e desaparece.

Poderia olhar para trás e tudo pareceria parar, ilusão

naquele vago esgar de infelicidade que se coloca sobre o que não

passa.

O tempo esmorece pendurado na palavra vã

nos saltos a medo e nas varas eléctricas do céu.

Gosto de ti. Não me custa dizer. Espera!…

Quero que o tempo avance para aquele lugar onde não se vê.

Sem medo de te perder de vista. Serias apenas um poro na minha pele.

Levar-te-ia para todo o lado.

E tu, gostas de mim?

Chamam-me indivisível. Seria loucura correr. Por mim, por ti.

Eu sou o tempo que perdes naqueles momentos em que me deixas passar.

A crueldade reside na tua mente. Talvez noutro lugar.

Se gostas, pára de me olhar! Eu morro. Sou desse género.

De morrer. As vezes que forem necessárias.

E tu, nem imaginas. Ah, porque o tempo, afinal existe!

Toca-me e vê se não é assim.

Quero que faças tudo comigo…

Aurora

surreal
fotografia de Alva Bernadine

 

Ápeiron

Tudo aquilo que desejo se torna urgente.

Para ontem, para agora, para já.

Não sou o tempo de espera entre mim e o que desejo, mas antes o espaço que o preenche dentro de mim. Sim, e eu coloco~me nele. Ele está em mim e eu estou nele.

A urgência apaga qualquer dúvida.

O desejo apodera~se de mim.

O tempo deixa de existir e transformo-me nesse espaço preenchido pelo que desejo, por essa ideia. A ideia do desejo que escolho querer manifestar. Transformo~me…

– numa árvore

– num céu estrelado

– num rio que flui tranquilamente no seu percurso

– num livro

– num sorriso

– num beijo

– num objecto precioso

– num objecto banal

– numa situação

– numa retribuição

– num sonho, num desejo

Sim, no desejo de um desejo. Urgente. Em criar ideias, sonhos, desejos. Ir buscá~los lá onde habitam e trazê~los a este mundo. Para que possam viver. Existir materializados. Manifestados. Para que possa…

Tocá~los, pegá~los, senti~los.

Haverá algo mais belo que dar vida ao desejo? Do que criar?

E logo é urgente! Para ontem, para agora, para já!

Que prazer!

E desejar sempre mais. E criar sempre mais. E ver o desejo viver!

E assim sucessivamente. Urgentemente.

Aurora

luz

 

 

A dança de Beltane

Una em mim, numa dança crescente

a alegria e a gratidão! Sol, o Sol, o Sol…

giro livre e giro e giro em redor da chama

Fogo, vermelho, vontade

numa entrega louca. Intensamente.

A energia revelada é aquela do criar

a alegria e o amor! A centelha da vida

Ar, amarelo, despertar

Celebro esta festa dentro e fora de mim.

O masculino e o feminino em união.

O sol e a lua em comunhão.

Água, azul, sentimento

Apelo à abertura de caminhos,

à sabedoria e brilho

as forças em equilíbrio, ao alento.

Terra, verde, perseverança

o enlace divino, a transformação.

Danço, danço e giro, giro…

o fogo do amor despertado.

em alegria e gratidão

À energia de Beltane

o máximo potencial revelado.

Aurora Buzilis

Beltane-fire

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

saranomundodasplantas

Sara no mundo da Etnobotânica - O Homem e as Plantas

O Mundo de Gaya

Um Mundo de Paz e Luz

O Tesouro de Lilith

Uma história sobre a sexualidade, o prazer e o ciclo menstrual

Senda de Eos

O mundo acordou diferente.

Sant' Yoga

Princípios para uma vida saudável

Herbarium do Tao

É um resgate do contato sagrado do ser humano com a natureza.

BeYou Reiki

Manifestações de uma alma com muitas vontades

misterioskryptos

Manifestações de uma alma com muitas vontades

MACROCOSMOS

Manifestações de uma alma com muitas vontades

Pistas do Caminho

Manifestações de uma alma com muitas vontades

Céus!!! Rosita Iguana

Os Astros dia a dia

No Ninho da Serpente

#ninhodaserpente

walkmanradio

facebook.com/walkmanradio

Portal do Budismo

Budismo, Coisas Positivas da Vida e do Mundo

Alecrim aos Molhos, Paparoca com Amor

Cozinha Vegetariana e Saudável { Healthy Vegetarian Food }

NATUREZA EM NOSSA VIDA!

PRESERVE A NATUREZA! VOCE FAZ PARTE DELA!

Sofia Coutinho | Formadora e Consultora

A Cuidar de Si, a Cuidar da Terra, a Partilhar e a Inspirar